Blogueiras da Moda | tendência, estilo e beleza

25 de julho de 2015

Cyprus ou Chipre: uma das ilhas do Mediterrâneo mais lindas e cheia de surpresas

Apesar de Cyprus ser um país independente e uma república reconhecida pelas outras nações, a ilha é dividida entre norte e sul. A parte norte corresponde a região ocupada pelos turcos e a parte sul da ilha tem língua, cultura e costumes gregos. A maioria dos vôos saindo da Europa tem destino a parte sul, normalmente Lanarca.

Cyprus (ou Chipre) me impressionou desde a chegada no aeroporto de Lanarca. Moderno e bem preparado é como se fosse um mini Stansted (aeroporto ao norte de Londres). Ao desembarcar segui direto para a região de Protaras e Agia Napa. Alugamos um carro pretendendo conhecer o máximo possível da ilha, no entanto ela não é assim tão pequena e aquele cantinho de Agia Napa era lindo demais. Assim acabamos ficando pelos arredores.

Ao chegar tive a legeira impressão de estar mesmo perto do Oriente Médio pela vegetação, cor da terra e do céu, diferente de minhas outras viajens a ilhas do Mediterrâneo. As praias são lindíssimas e bem preparadas. Fig Tree Beach, Konnos Beach, Makronissos, Limnara, Nissi Beach, sem falar nas impressionantes Caves de Cape Greco foram as que escolhi.

Todas eram paradisíacas com areia branquinha e água transparente como uma piscina. Mas temos sempre que ter uma preferida né? E aí eu fiquei entre Makronissos e Konnos Beach. Super-dica: pegue uma das cabaninhas-cama na praia de Makronissos, você paga por ela mas recebe um voucher no mesmo valor pra ser usado no bar com drinks e petiscos.

Viajamos em julho e já estava um pouco cheio demais, até um pouco difícil de arrumar guarda-sol livre. Não recomendo viajar em agosto. Cyprus é um lugar que tem muita história de invasões de muitos povos desde antiguidade até história moderna. Muitas ruínas, monastérios e igrejas, a maioria fica perto de Lanarca, Limassol e Paphos a horas de viagem de nosso hotel. Então decidimos deixar esta parte para a próxima visita. Ainda assim fomos na Igreja do Profeta Elias que é uma fofura, também nos aventuramos pela parte norte literalmente atravessando a fronteira turca com controle de passaporte, seguro do carro à parte e tudo.

Visitamos a intrigante cidade de Famagusta, não muito longe, cerca de uma hora de viagem de Protaras. Como esperado, a parte de domínio turco era uma outra realidade. Sem o glamour e à organização Européia, no entanto com a mesma hospitalidade e alegria das pessoas. Lá você se sente realmente em outro país ou até outro continente. É uma cidade fortificada e o ponto alto é o Castelo de Othello cenário da conhecida obra de Shakespeare de onde temos uma linda vista panorâmica.

E agora chegamos a parte gostosa, yummy! Os restaurantes - posso recomendar em Protaras o Córner com uma comida mais contemporânea refinada e o Andama ao lado com uma comida mais tradicional tipo taverna. Já que falamos em taverna, um lugarzinho imperdível (realmente imperdível) que fica um pouco afastado do agito dos turistas mas muito frequentado pela população local onde você pode ter o melhor da comida cipriota é o Taverna Mousikos, coloquei o endereço abaixo. Super recomendo dois pratos: o tradicional Lamb Kleftiko preparado com batatas e servido dentro de um pote de cerâmica usado no cozimento; o outro é o trivial Halloumi no entanto como toque muito muito especial.

Taverna Mousikos
6 Kyriakou Matsi Street
Sotira - 5390

I love Cyprus :*